Voe alto na sua realidade

voe-alto

Olhando hoje para o céu, avistei pássaros voando sobre minha casa. Acredito que eram urubus ou alguma ave similar, pois voavam em bando e em círculos. Uma coisa que me chamou atenção foi ver alguns deles voando baixo batendo asas e outros voando bem mais alto, apenas planando, sem bater asas.

Fiquei imaginando o esforço que se faz nas partes mais baixas e o quanto de energia se economiza voando alto apenas planando, usando a aerodinâmica das asas e do corpo. Da mesma forma me fez lembrar aviões, que quando estão próximo do solo,  quanto vai subir, gastam bastante energia com suas turbinas ligadas para poder levantar voo.

O que deixa claro nessas ilustrações, é  que quando estamos mais alto, menos energia gastamos e quando estamos mais baixo, mais energia é gasta. Lembro de quando abrir uma empresa e percebia o quanto era difícil comprar mercadoria com preços bons, porque estava iniciando, parecia que tudo era mais difícil, mais caro, sem credito, sem confiança e ao mesmo tempo, olhava para a vida de empresários bem sucedidos, e percebia que eles conseguiam os melhores preços nas mercadorias; as promoções eram apresentadas a eles primeiramente, os gerentes de bancos estavam sempre oferecendo crédito e empréstimos a juros ínfimos para os empresários já bem sucedidos, que pareciam não precisar mais de nenhuma ajuda.

Quando estamos embaixo é  onde mais precisamos de ajuda e é  onde temos que gastar mais dos nosso recursos para poder subir. Quem é novo vendedor, tem que gastar mais tempo buscando novos clientes,  buscando a confiança dos mesmo, já os vendedores bem sucedidos, mais antigos, escolhem a qual clientes  eles irão atender.

As pessoas gostam de estar perto de pessoas que são vencedoras, pessoas bem sucedidas, pessoas de sucesso. Essas mesmas pessoas são sempre ou quase sempre, os primeiros convidados para as festa, ocupam os melhores lugares, são oferecidos muitas cortesias que facilitam a vida deles ainda mais. Já por outro lado, aqueles que ainda estão começando ou que não conseguiram se estabelecer, nem aparecem na lista de convidados e quando o são, recebem os últimos lugares e não tem quase nenhum benefício; as oportunidades são raras e difíceis.

Essa dinâmica de quem voa mais alto voa mais tranquilo é de fácil compreensão, mas de difícil aceitação. Só mesmo sendo de outro mundo (sistema) para poder ser diferente e falar como Jesus disse em Mateus  20: 26 Não será assim entre vós. Ao contrário, quem desejar ser importante entre vós será esse o que deva servir aos demais. 27 E quem quiser ser o primeiro entre vós que se torne vosso escravo. 28 Assim como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como único resgate por muitos”.

Espero que possamos voar voos altos, mas sem esquecer de onde viemos e também não esquecer dos que estão mais abaixo de nós. Acredito que não tem problema em querer alçar voos altos, mas creio que temos que sondar nosso coração e nossas motivações pelo que estamos querendo voar alto e também, policiar nossas atitudes quando alcançamos vôos mais altos. Até porque uma hora o outra podemos ter que voar mais baixo ou até mesmo cair.

Joberson Lopes,            Abreu do Una, Sao José da coroa Grande- PE 20 de novembro 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s