O Amor Punitivo de Deus


O Amor Punitivo de Deus
Certa vez eu estava fazendo um treinamento na missão com uma equipe no meio da mata, e o nosso desafio era seguir uma trilha, guiados por um mapa e uns sinais em forma de seta, que estavam fixados em algumas arvores, e tínhamos que chegar ao acampamento ou uma equipe iria nos buscar e seria uma vergonha total se isso acontecesse, caso ficássemos perdidos.
Quase no final da trilha, nos perdemos e ficamos rodando em círculos ate quase escurecer, e já estávamos começando a entrar em desespero e foi quando o Espirito Sando falou ao meu coração para orar e pedir a direção a Deus; E naquele momento, falei com a equipe e foi isso que fizemos. Oramos e quando terminamos de orar, quase que no mesmo instante eu olhei para o sinal em forma de seta, deixada como marca na trilha, e vi que ela estava virada para o lado contrario ao que tínhamos que ir, e isso nos fez andar em circulo por um longo período, e quando percebi isso, voltamos ao lugar certo e logo chegamos ao acampamento, Graças a Deus.
Ontem no culto na hora do louvor estávamos cantando uma musica que dizia: “Meu Jesus, me leva onde eu posso ouvir a tua voz”… E nesse momento Deus me fez lembrar essa estória acima e me fez refletir que naquele momento que estávamos perdidos, em desespero, sem solução aparente para nosso problema, foi o momento onde “fomos levados” a presença de Deus para ouvir a sua voz.
O Apostolo Paulo em sua carta a igreja de corinto pede a Deus que tire dele um espinho que tanto o afligia, que devia lhe causar vergonha, dor, o mesmo incomodar, talvez lhe tirasse o sono ou sei lá o que era; Nós somos como Paulo, um homem pecador, cheio de problemas, cheio de impulsos errados, compulsões e vontades erradas, atitudes erradas e como Paulo, também oramos a Deus pedindo que nos livre desse incomodo.
Lembro-me o quanto orei, quando era solteiro, para Deus me livrar das compulsões exageradas sexuais que tanto me machucava, dentro da minha vida religiosa e nada aconteceu, parece que as orações não passavam do teto e eram as orações que eu, mas me esforça, mais gastava meu tempo ajoelhado orando, pois tinha o desejo muito grande de não errar mais com Deus.
Será que a vontade de Deus era que eu errasse mesmo? Pois, eu fui muito sincero com Ele, mas ele não respondeu como eu queria.
Muitas vezes nós não compreendemos a dimensão da vontade de Deus em nossas vidas, e não compreendemos o quando Deus quer está nos ouvindo, o quanto Ele quer está próximos de nós, papeando, sorrindo conosco, passeando no nosso jardim, sentando na cadeira de balanço nos aconselhando, nos balançando na rede, acariciando nosso rosto em quanto estamos orando…
Para mim, e acho que para muitos, quando vamos orar fervorosamente é o momento que queremos sair da nossa dificuldade, sair do desemprego, esse momento em muitas mentes, é a hora de Deus ser Deus e usar seu poder fabuloso e nos tirar toda dor, todo medo, é a hora de Deus Agir!
É impressionante que nossa hora nunca está certa com a de Deus, Ele nunca está desesperado como nós, Ele parece que não se importa com nosso medo, nosso desespero, Deus deve está de brincadeira… Alguns de nós pensamos!
Somos tão pequenos e insignificantes perante Deus, que não conseguimos compreender que Deus faz muitas formas para se aproximar de nós, cria dezenas de oportunidades para louvarmos a Ele nos dando um bom emprego, nos fazendo passar em um concurso publico, nos dando um bom casamento, nos dando filhos maravilhosos, nos dando casas e apartamentos lindos e enormes, nos dando oportunidades de viagens inesperadas, nos fazendo conhecer pessoas incríveis, nos fazendo ganhar nobéis de paz, de coragem, de ciência, de tecnologia, Deus nós das inúmeras oportunidades de louva-lo e de conversar com Ele, mas nós não conseguimos reconhecer isso e pensamos que somos nós agindo em nós.
Acredito que é nessa hora que Deus permite que ficassem perdidos no meio da mata, permite que a doença chegue, permite que o carro seja roubado, permita que o casamento seja desfeito, permite que o lar se desmorone, pois é nesse exato momento que nos lembramos dEle, é nessa hora que lembramos que existe um Criador, um todo poderoso que pode mudar a situação, é nesse instante que clamamos: “DEUSSSSS onde tu estás?”
Não quero criar aqui um Deus carrasco que nos castiga porque não o buscamos, porque não o agradecemos, sei que o que Deus quer é bem mais incompreensível pela razão humana, é bem mais alto do que os nossos pensamentos capitalistas, esse Deus que diz para o Apostolo Paulo: Minha graça te BASTA, o meu Poder se aperfeiçoa na sua fraqueza, é bem mais incompreensível que a minha mera razão, os meus meros argumentos teológicos, filosóficos ou qualquer outra ciência que possamos pensar.
Para nós que somos materialistas e damos valor demais ao diploma que temos, ou a mansão que construímos, ou ao texto que escrevemos, ou a pregação que fizemos é quase que incompreensível um Deus que quer se relacionar com o ser humano através do sofrimento, através da morte, através da perda…
Se formos racionais e nos colocar no lugar de Deus por um momento, veremos que Ele já tentou de varias formas se relacionar conosco, inclusive mandando seu filho ao mundo, ou mesmo nos dando bens matérias, que ate nem precisávamos e mesmo assim não conseguimos entender essa vontade exagerada de Deus de se relacionar com o homem, então deve ser por isso que Ele “achou” uma nova forma de encontrar-se conosco e que funcionou perfeitamente, através da derrota!
Joberson Lopes, 10 de outubro de 2011.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s