A Difícil arte de Perdoar



A Difícil arte de Perdoar
Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”…
   Quem não quer ser perdoado por Deus todos os dias? Quem não quer receber o perdão por palavras ditas sem querer, no calor da discussão?
   Pensando sobre a oração que Jesus orou que muitos chamam de “a oração do Pai nosso”, vejo que ela não é uma oração apenas passiva (receber perdão), mas ativa (perdoar). Jesus ensina que devemos perdoar as pessoas que nos machucaram que nos maltrataram que nos abusaram, que nos esqueceram, que nos expulsaram de casa, que nos tratou com indiferença, que nos deixou esperando por muito tempo sem ter explicação, que nos levou o que tínhamos de precioso, como a virgindade, a inocência, a infância, a adolescência, que nos causou traumas; temos que perdoar quem nós fez de “bobo” em nossos relacionamentos, quem nos traiu em nossa vida conjugal, quem nos abandonou quando mais precisávamos, quem levou nossa alegria e sonhos, quem levou nosso futuro promissor…
   Como é difícil falar sobre perdão quando entra esses quesitos para serem perdoados; na oração de Jesus parece ser bem mais fácil, pois lá não está explicando o que realmente devo perdoar ou a quem devo perdoar, pois parece ser bem impessoal com esse nome de “devedores” ou “ofensores”.
   Se tivesse escrito lá o nome do seu pai que te abandou quando você era criança e que por esse ato leviano, desesperado, inconsciente, impensável da parte dele, te levou a uma vida de homossexualidade devido à falta da figura paterna presente e que hoje te traz muitos conflitos, ou mesmo se tivesse escrito o nome do rapaz que, por ser amigo da sua família, aproveitou para abusar de você quando tu estavas sozinha em casa na inocência da sua infância, ou mesmo o nome daquela mulher que deixou você e fugiu com seu amigo no momento em que mais você estava amando, ou ate mesmo o nome da sua mãe que te abandonou, mesmo tendo os motivos próprios dela, mas que isso te deixou muito ferido.
   Quantos nomes poderiam colocar no lugar de “ofensores” ou “devedores”, como soaria diferente esse ensino de Jesus, pois passaria a ser mais pessoal em nossa vida e dessa forma, poderia está refletindo mais o que realmente Jesus queria ensinar nessa oração.
   Procurar uma melhor definição para o perdão penso eu que é voltar ao dia do acontecimento que necessita ser perdoado e rever toda a situação com a mente de Cristo, é tentar ser uma pessoa mais racional e menos emotiva. Temos todas as razões do mundo para estarmos magoado, com raiva, com os piores dos sentimentos em relação à pessoa que causou esse sofrimento, mas é nesse momento que temos que ser racional, e entender que se fossemos nós a agir daquela forma, Jesus estaria pronto a nos dar o perdão sem questionar nada.
   Você pode me dizer que você não é Deus para perdoar ninguém, mas te asseguro que você tem parte de Deus dentro de você, que é o Espirito Santo, que pode te ajudar a liberar esse perdão para que você viva em Paz e Jesus não ensinou a sermos Deus nessa oração, mas Ele diz que se quisermos perdão, temos que perdoar!
   Perdoar é uma abdicação de um direito próprio seu; você teria o direito de receber a divida que essa pessoa tem com você, mas você decidiu não receber e ainda mais, decidiu quitar essa divida da pessoa que estava te devendo, da pessoa que te abusou, que te maltratou, que te deixou sozinha no momento que você mais precisava, da pessoa que você tinha se entregado de corpo e alma, é para essa pessoa que você tem que liberar essa dívida, liberar esse PERDÃO.
   Perdoar é amar sem precisar está próximo, perdoar não é ser um falso que finge que as coisas não existiram que tudo não aconteceu, mas perdoar é esquecer, é não sentir mais dor que aquela pessoa te causou. Perdoar é não ter magoa quando se lembrar do acontecimento, e deixar para traz e continuar olhando a frente o novo tempo de Deus para sua vida.
Aquele que se recusa a perdoar destrói a ponte sobre a qual ele também deve cruzar”.

Confúcio.

Joberson Lopes, Samambaia 26 de maio de 2011.

Um pensamento sobre “A Difícil arte de Perdoar

  1. PRA MINHA VIDA ISSO É UMA DAS COISAS MAIS DIFÍCÉIS.. PERDOAR.. QUERIA DE FATO PERDOAR CERTAS PESSOAS .. MAS O QUE SINTO É SÓ RAIVA E VONTADE DE ME VINGAR.. O BOM DE TUDO QUE AINDA NÃO ACABEI MINHA JJORNADA.. QUEM SABE UM DIA AINDA TENHA UM CORAÇÃO MAIS PERDOADOR.. ELLYDA LOPES

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s