Os Revolucionários Sujos

Os revolucionários sujos que poderiam fazer grandes revoluções se tornaram rebeldes sujos devido ao sistema familiar que estão ou estavam e devido ao sistema governamental onde nasceram.
Sábado à noite vamos à rodoviária de Brasília levar um sopão para uma galera que mora na rua ou ate nem mora, mas fica na rua por alguns dias, e encontramos meninos de 8, 14, 16 anos e moças grávidas e jovens brancos, negros e mais alguns “clientes” nossos (como diz um amigo) vivendo naquele lugar sujo cheio de ratos, ladrões, bêbados, etc. Alem de levarmos sopa, roupas, cobertores nós também conversamos muito com os que ainda estão mais ou menos sóbrios e querem conversar quando puxamos conversa com eles, e podemos ouvir dezenas de historias de vida diferentes umas das outros de diversos tipos de culturas, pessoas de diversos estados diferentes, mas com um detalhe em comum em suas historias: Inconformados, essa seria a palavra certa para definir esse ponto de convergência entre as historias dos moradores de rua, os marginais da sociedade de Brasília.
Um jovem de 12 anos, mas com aparecia e tamanho de um garoto de seis anos, nos disse que saiu de casa porque seu pai chegava bêbado em casa quase todos os dias e batia na sua mãe, e ele sem poder fazer nada contra o pai, se viu “amarrado” pelo sistema familiar que ele nasceu. Outro jovem mais velho, já menos sóbrio que o outro, mas ainda com a certeza do porque saiu de casa, nos contou que seu pai o mandou embora de casa porque ele não consegue emprego para ajudar no sustento de casa e disse para ele que lugar de vagabundo é na prisão ou na rua, e detalhe que esse jovem tinha 16 anos de idade, há seis meses está morando na rua. Uma moça que está grávida de uns sete meses viciada em Crack, nos disse que saiu de casa porque a sua mãe todo dia chega bêbada em casa e não cuida da família, bate nos filhos sem necessidade, a casa é sempre um caos total, o pai ainda que tentando ajudar a mudar esse quadro, não tem forças para mudar a vida da família deles; e essa moça estava realmente falando a verdade, pois na rua é comum a mentira, porque encontramos e conversamos também com sua Irma que está morando na rodoviária e também é viciada em crack e nos contou a mesmo historia.
Eu pude notar que esses moradores de rua, são pessoas inconformadas com as situações que chegaram devido a uma serie de fatores e resolveram não se conformar com o que a “vida” tinha lhes proporcionado; O grande erro desses Revolucionários sujos foi de terem canalizado suas forças para um lugar errado, e ai deixaram de ser revolucionários e se tornaram rebeldes e essa atitude ou “escolha” errada dificulta a vida para eles, pois conseguimos olhar para Che Guevara e ver nele um grande revolucionário, pois foi um inconformado com o sistema e quis da forma dele, mudar alguma coisa na sociedade que ele estava, vemos também Martinho Lutero um grande revolucionário cristão que deu uma guinada no movimento religioso de sua época e que ate hoje se ouve falar sobre e se vive essa revolução ou ruptura com o monastério. Mahatma Gandhi foi outro grande homem inconformado que de uma forma brilhante largou o estudo e prestigio que tinha para fazer uma revolução sem guerra, mudando assim a historia da Índia, e tantos outros foram revolucionários, mas que diferente dos nossos revolucionários sujos da rodoviária de Brasília, que se tornaram uns revoltados e por isso eles não são respeitados, não são ouvidos, são escorraçados das portas dos restaurantes, nem notados como pessoas são, pois fizeram de certa forma, a escolha errada da vida deles.
Eu, com a Fé em Deus que tenho, acredito que ainda tenha chance de um desses grandes revolucionários-revoltados sujos, se tornarem grandes homens inconformados e mudar esse sistema que eles mesmo estão envolvidos, pois se nós acreditarmos nisso e ajudar eles a canalizarem a sua força rebelde para uma vida de revolução objetiva, eles podem mudar o futuro da humanidade. Isso pode parecer utópico para algumas pessoas, pois só acreditam no sistema pronto, não tem coragem nem de sonhar, mas para mim, que já fui um viciado em cocaína e um dia me libertei do vicio com a graça de Deus, sei que os revolucionários sujos de Brasília ainda têm solução para vida deles. Penso que utopia é viver uma vida sem esperar mudanças, sem conseguir visualizar transformações em vidas, em famílias, em igrejas, em sistemas políticos, pois o Deus criador desse universo é um Deus utópico, pois me Ele me deu esse sentimento de Revolução e essa utopia de vida que quero levar, é Ele quem nos capacita para as mudanças da vida.

Joberson Lopes                                                             Samambaia, 25 de agosto de 2010

Um pensamento sobre “Os Revolucionários Sujos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s