Dês-entendimento do Caminho


Eu ainda tenho dificuldades para entender atitudes de muitos crentes quando se reúnem, principalmente quando o propósito dessas reuniões são de caráter “cristão”, pelo menos esse é o discurso, mas como sou um observador um pouco critico de certas atitudes dos seguidores de Cristo, penso que estamos levando um evangelho “Meia-Boca”, algo para agradar a nós mesmo, algo que nos leva para uma “seção do descarrego espiritual”, algo que nos leva para o paraíso da nossa existencialidade fútil…
Quando vou a culto, depois de uma dia inteiro de Culto, tenho pouca paciência para ouvir tanta Piada de pastor na hora da pregação, tanta apresentação de Músicos astros das igrejas, tantos avisos que não avisam algo importante, tantos apresentadores que não apresentam, mas estão sempre presentes.

Não sei seu eu estou me desviando da fé evangélica, ou se a Fé evangélica está se desviando de mim, pois não consigo compreender um evangelho de facilidades, evangelho de lucros, evangelho de políticas particulares pastorais, evangelho de conveniência… Tenho tido dificuldades em entender pessoas que quer ganhar dinheiro em bazar de coisas usadas, que foram doadas que não se paga imposto por vende-las, que não se paga funcionários para vende-las, que não se paga aluguel para o estabelecimento de venda e que com tudo isso, ainda querem ter lucro com o que ganharam de Graça.

Creio eu que quando vivemos O evangelho e não “um evangelho”, não temos em mente receber nossa recompensa aqui na terra, aqui nos bazares, aqui nas igrejas, aqui nos púlpitos, aqui nos ginásios, mas temos que ter em mente, que o que plantamos tem que crescer para baixo da terra, como raiz de mandioca, nós como cristão, não temos que esperar que os beija-flores do alto clero, venho apreciar nossas lindas flores que produzimos, mas temos que ter um ramo profundo de uma mandioca bruta, que quando colhida e preparada, faz um efeito real na vida do ser humano necessitado matando a fome de muitos e nos dando ânimos para aproveitarmos os cheiros das flores lindas, que viveram por poucos dias!!!

Caros irmãos, enquanto ficarmos trabalhando com propostas passadas, com mapas antigos de tesouros que um dia já achamos, nunca alcançaremos a terra tão prometida, pois nossos mapas estão antigos e achados, não buscamos mais direções novas de Deus, preferimos ficar com as orientações que já deram certas, com os mapas antigos que um dia foram bênção em determinadas épocas, Não queremos avançar para as coisas que adiante está e esquecer as que para traz ficam, mas preferimos ficar com o que nos convém, aquilo que já temos aprendido, aquilo que nós é tradicional.

Quantos desafios novos deixamos de enfrentar, pois não temos estratégias novas, quantas vidas novas estamos deixando o diabo levar, pois nosso carro-Igreja já está cheio de mais, não temos lugares para os novos de Deus, nós já temos o que precisamos, já temos o nosso tradicionalismo moral, nós já temos a nossa tradição familiar cristã de muitos anos…
Penso que estou em uma caixa d’água, mas eu sou feito de óleo e não consigo me misturar com a água desse caixa, e isso muito me incomoda, pois as vezes eu como óleo, acho que realmente sou maléfico para água tão pura, tão cristalina, tão refrescante, mas que não mata a sede no deserto.

Estive pensando porque os EVANGELISTAS, nos encorajando a evangelizar, avisa-nos que muitas vezes as pessoas não vão querer Jesus em sua vida e que isso é uma alerta para não ficarmos tristes, desapontados, que isso é “normal”… Mas fico a imaginar porque um Jesus tão bom, tão salvador, tão amigo, tão protetor não é aceito por alguém que tanto precisa. Isso é meio contraditório, é como uma pessoa fazendo uma propaganda de água mineral limpa e refrescante no Deserto e “ainda” não está cobrando por essa água e mesmo assim, um viajante com muita sede naquele calor infernal do deserto, não aceita essa água; Será que essa água não presta, ou será o que o próprio vendedor não tem coragem de beber dessa água e isso incomoda o viajante sedento?

Joberson Lopes, Três Lagos-Ms, 21/07/10

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s